WP-ThGWU6Yg-LZQP372atnaqZcM Maxi do Grêmio é acusado de racismo por Elicarlos do Cruzeiro | Imigrantes Brasil

Maxi do Grêmio é acusado de racismo por Elicarlos do Cruzeiro

Já não é a primeira vez no futebol brasileiro que acontece episódios de confusões entre jogadores por comportamento racistas.

Desta vez o lamentável acontecimento ocorreu no jogo no mineirão entre Grêmio e Cruzeiro pela Copa Libertadores da América. Durante a partida envolveram se em discussão o volante do Cruzeiro Elicarlos e o atacante Maxi López do Grêmio.Porém uma simples discussão no calor do jogo acabou-se transformando em caso de polícia porque o argentino Maxi Lópes foi acusado de racismo por chamar Elicarlos de macaco.

No término da partida o atleta do Cruzeiro denunciou Max López ao plantão policial no estádio que desempenhou seu papel e entrou no ônibus dos Gremistas para dar voz de prisão. Foi grande a confusão e teve segurança imobilizado e muita gritaria da comissão do Grêmio tentando evitar que a polícia entrasse no ônibus. Más nada pode ser feito e todos os jogadores do Grêmio foram para delegacia em defesa de Maxi López.

Nos próximos dias, o meia do Cruzeiro Wagner deverá ser ouvido pelo delegado responsável pelo caso. No depoimento de Elicarlos, ele citou que Wagner escutou o que Maxi disse em campo e saiu em sua defesa. O atacante argentino também poderá ser inquirido mais uma vez pela polícia. Não precisará voltar a Belo Horizonte, sendo ouvido através de carta precatória pela polícia gaúcha.

As atitudes do técnico Paulo Autuori, quanto ato de racismo de Maxi, também vem sendo muito criticada na capital mineira até mesmo pelos rivais atleticanos. Durante o depoimento do argentino na delegacia do Mineirão, Autuori disse para a delegada plantonista Roseli Baeta Neves:

– "Isso que vocês estão fazendo é uma palhaçada."

A delegada deu voz de prisão ao técnico Autuori que não ficou preso pela intervenção da direção do Grêmio, pedindo desculpas pelo treinador.

Os dirigentes do Grêmio disseram falaram em clima de guerra para o jogo de volta no olímpico na semana que vem. É esperar prá ver as atitudes dos jogadores e da torcida que não deve ser influenciada por esta vergonhosa passagem.

RACISMO NA HISTÓRIA DO BRASIL

2 comentários:

naomordamaca disse...

Prezados,
Noticia sobre estrangeiros:
http://br.groups.yahoo.com/group/estrangeiros_ANEIB/message/2923

Gui disse...

Lamentável esse episódio. Esse jogador do Cruzeiro quis é aparecer. Na minha opinião, não houve racismo. São coisas do jogo. Maxi já disse que o ofenderam de argentino de m... e ninguém fala nada. Como disse Autuori, há casos de racismo todos os dias e ninguém se preocupa.